MyBodyMan

Como Aumentar o Pénis – 10 Métodos Mais Utilizados

Se você é como a maioria dos homens é provável que já lhe tenha passado pela cabeça algumas perguntas relacionadas com o tamanho do seu pênis, tais como as seguintes: “É possível aumentar o pênis?” Ou “Como aumentar o pênis?” Ou mesmo “Quais os melhores métodos para aumentar o pénis?”

O fato dos homens pesquisarem sobre a possibilidade de aumentar o seu pénis não quer dizer que tenham um pénis pequeno, mas para além da duvida que fica na mente de todos os homens sobre se o seu pénis tem um tamanho suficiente para satisfazer a sua parceira sexualmente, mesmo os homens que sabem estar dentro do considerado “normal” gostariam, na sua maioria, poder aumentar o pénis utilizando um método que fosse simples e eficiente.

Todos os homens querem ter um pénis grande, pois isso dá-lhes confiança e faze-os sentirem-se superiores quando se comparam com outros menos abonados. Ter um pénis grande impressiona qualquer mulher e faz inveja aos outros homens!

A verdade é que existem muitos métodos para aumentar o pénis, embora para dizer a verdade a maioria não seja muito eficaz ou seja demasiada complicada para a paciência da maioria dos homens. Vamos então ver os métodos normalmente usados para aumentar o pénis:

1) – Os exercícios para aumentar o pénis.

exercícios para aumentar o pénisEste é o método mais antigo de todos, pois há registos que já na idade media os homens utilizavam exercícios para aumentarem o tamanho do seu pénis. Calcula-se que tenham sido inventados pelos árabes, mas existem referências por quase todo o mundo, principalmente na europa.

Os exercícios são um dos métodos para aumentar o pénis que funcionam quando são bem executados e se segue um sistema específico durante cerca de 6 meses, demorando entre 60 a 90 minutos por dia e devendo ser feitos em grupos de 4 dias seguidos com 2 dias de descanso, para que os tecidos recuperem do esforço. Esta é a minha recomendação pessoal, embora cada “expert” na matéria tenha a sua técnica específica.

A verdade é que os exercícios aumentam o pénis precisamente nos dias de descanso, pois é quando se dá a recuperação dos “danos” causados pelos exercícios que o aumento acontece.

No entanto eu não recomendo a utilização deste método para aumentar o pénis, a não ser como complemento ou incorporado em um sistema que englobe outros métodos em conjunto porque a taxa de sucesso de quem utiliza os exercícios para aumentar o pénis situa-se em menos de 10%.

Não é que eles não funcionem quando são bem executados mas a verdade é que mais de 90% dos homens desiste nos primeiros 60 dias, pois é preciso muita paciência para se fazer mais de uma hora de exercícios diariamente e não se ver quaisquer resultados que nos incentivem a continuar.

Este é um método muito lento, como todos os métodos para aumentar o pénis, e normalmente apenas se começam a ver resultados passados 3 meses ou mais, sendo necessário entre 6 a 8 meses para se obter um aumento que seja digno desse nome.

Você tem a paciência de utilizar este método durante o tempo necessário, regularmente e não apenas nos dias que lhe apetecer? Bom… eu com certeza não tenho – como os outros 90% dos homens que desistem.

2) – Pendurar pesos no pénis para aumenta-lo.

Pendurar pesos no pénis para aumenta-loO hábito de pendurar objetos no pénis com o objetivo de aumentar o tamanho do pénis é também um dos métodos mais antigos de todos, mas ao contrário do anterior que era mais utilizado na europa e países árabes os pesos eram normalmente utilizados em Africa e na américa do sul.

Mas apesar do mito que ainda hoje perdura de que é possível aumentar o pénis pendurando pesos nele a verdade é que não funciona e pode, inclusivo, ser bastante perigoso.

Embora teoricamente esticar pénis durante longos períodos possa levar ao seu aumento, na prática não funciona porque seria necessário utilizar os pesos durante pelo menos 6 horas por dia para se conseguirem resultados.

Ao contrário das tribos africanas que penduravam pesos nos seus pénis por baixo das tangas e andavam assim durante a maior parte do dia, pois era encarado como uma coisa natural pela comunidade, nos dias de hoje, principalmente aqui na Europa isso é impossível.

Outra coisa pelo que não aconselho a utilização deste método para aumentar o pénis é que o apertar da correia que sustenta os pesos diminui a irrigação sanguínea da cabeça do pénis significativamente, levando por norma a problemas de ereção e, nos casos mais graves, à sua amputação.

Não pendure nada no seu pénis porque não funciona e pode mesmo danifica-lo gravemente. Principalmente quando há métodos muito mais simples e eficientes de conseguir aumentar o pénis, como o que mostro a seguir.

3) – O extensor peniano

extensor penianoO extensor peniano é como se fosse uma máquina que mistura os exercícios com os pesos, pois os efeitos conseguidos por este método são os mesmos que teoricamente seriam obtidos pelos dois anteriores, mas de uma maneira muito mais simples, eficaz e, principalmente, segura.

Basicamente é o avanço da ciência que em relação aos outros métodos ancestrais, que eram utilizados porque não havia alternativas eficientes e seguras para aumentar o pénis nessa altura.

Portanto, se você anda à procura de como aumentar o pénis esta é uma maneira que pode utilizar com eficiência e segurança.

É um pouco incómoda ao princípio mas funciona de uma maneira muito melhor que as anteriores, tanto mais que apenas é preciso aplica-lo durante cerca de 6 horas seguidas, ou 4 horas alternadas, com duas de intervalo, e tem a vantagem de poder ser usado durante o dia, na maioria das situações, por baixo de umas calças largas, sem que se note nada, e pode também ser utilizado durante a noite.

No entanto é um método muito lento, que demora 3 ou mais meses para apresentar resultados e provavelmente mais de 6 meses para apresentar resultados permanentes. Por este motivo muitos homens também não têm paciência para andar com uma coisa pendurada nas suas partes intimas e acabam por desistir antes de obterem resultados.

Embora a taxa de abandono seja muito inferior à dos exercícios é ainda assim elevada.

4) – As bombas para aumentar o pénis.

bombas para aumentar o pénisEstes instrumentos não foram criados com o objetivo de aumentar o pénis, e não devem ser utilizadas para esse fim, mas mesmo assim há quem as utilize para encher o pénis de sangue no seu máximo com a intenção de provocar a dilatação e aumento das células dos campos cavernosos do pénis.

Teoricamente o aumento do pénis por esta técnica é possível, mas para isso é preciso faze-lo numa base certa, como referi para os exercícios, 4 dias seguidos e 2 de descanso. Mas para conseguirem obter resultados é preciso manter a ereção por um mínimo de 45 minutos a uma hora.

Isto apresenta dois problemas: o primeiro é que é difícil manter uma ereção durante tanto tempo, mesmo bombeando sangue continuamente, e a segunda é que é perigoso, muito perigoso, manter essa pressão durante tanto tempo.

É muito comum em quem utiliza as bombas penianas para aumentar o pénis aparecem pequenas hemorragias dispersas pelo pénis, que se devem ao rebentamento dos vasos sanguíneos mais finos e frágeis e, para quem abusa da pressão, hemorragias mais intensas e potencialmente perigosas.

Quando isto ocorre é necessário parar o tratamento, por vezes durante algumas semanas, o que invalida qualquer tratamento pois se isso acontecer com frequência está-se sempre a começar de novo.

A linha que separa o aumento efetivo de potenciais efeitos nocivos, como as hemorragias anunciadas e uma possível distorção do pénis (ele ficar torto para um dos lados) é muito fina, pelo que eu não aconselho a utilização das bombas para aumentar o pénis, tanto mais que elas não foram criadas para esse efeito.

5) – Aumentar o pénis com a ajuda de alimentos.

Existem diversos alimentos que têm a capacidade para aumentar ou incentivar a circulação sanguínea na zona peniana. Embora o seu efeito seja muito fraco para provocar um aumento por si só, pois são mais utilizados para ajudar os homens com problemas em obter ereções firmes para o ato sexual, se você acrescentar estes alimentos à sua dieta pode ajudar a manter o seu pénis mais saudável e ajudar a que qualquer outro método que esteja a utilizar possa ter um efeito mais relevante e rápido.

Ter uma alimentação saudável e variada é sempre uma boa ajuda no aumento do pénis e se acrescentar os alimentos a seguir melhor ainda. Os melhores são:

Melancia, Gengibre, Sementes de linhaça, Salmão, Ostras, Cenouras, Batata-doce, Nozes, Amoras, Cerejas, Alho, Cebola.

Se realmente quer aumentar o pénis cuidar primeiro da sua saúde e do seu coração é essencial, pelo que aconselho que consuma alguns destes alimentos regularmente.

6) – Aumentar o pénis com a ajuda de ervas.

As ervas, os extratos vegetais feitos de folhas, raízes e cascas de vegetais, são um método mais eficiente para aumentar o pénis do que os alimentos. Existem diversas ervas que têm capacidade para aumentar a circulação sanguínea e incentivar as ereções, principalmente quando tomadas em conjunto.

Embora na minha opinião os homens que querem saber como aumentar o pénis com ervas as devem utilizar sob a forma de suplementos, adquiridos em forma de pilulas ou comprimidos já compostos por diversas ervas, nas proporções mais adequadas para serem eficientes sem causarem efeitos secundários negativos, aqui ficam as mais famosas para o caso de quererem experimentar a sua toma individual:

a) – Panax Ginseng Coreano.

Ginseng CoreanoPanax ginseng tem uma história com mais de 2.000 anos na medicina oriental como um tónico para a saúde sexual e para a longevidade. As pessoas tomam as raízes deste ginseng, também chamado ginseng vermelho coreano, para aumentar as ereções quando têm problemas na cama e também para aumentar o tamanho do pénis.

O ginseng funciona como um antioxidante, libertando óxido nítrico que ajuda a dilatar as veias do pénis e por isso é das ervas para aumentar o pénis mais conhecidas e utilizadas em todo o mundo.

b) – Ginkgo Biloba.

Esta erva começou a ser tomada como um estimulante para melhorar a memória e a concentração, mas diversos estudos demonstraram que também tem um efeito significativo no aumento da circulação sanguínea, pelo que passou a ser também muito utilizada para aumentar as ereções e aumentar o pénis.

c) – Mondia Whitei.

Mondia Whitei são raízes de uma planta africana, conhecidas como gengibre branco, é particularmente popular no Uganda, onde as plantas medicinais são mais comuns do que os medicamentos. É utilizado para aumentar a libido e ajudar a promover ereções mais fortes.

Alguns estudos comparam as raízes desta erva com os famosos comprimidos azuis, na medida em que aumenta o desejo sexual, os níveis de testosterona, promove a produção de melhores ereções, a sua potência e aumenta o tempo que duram.

Para além de ser um excelente afrodisíaco tem também uma toxicidade muito baixa, pelo que é raro acontecerem efeitos secundários fortes, mesmo quando consumida em quantidade.

d) – Maca.

A Maça que vem dos altos montes do peru é igualmente um estimulante geral, com diversos benefícios na saúde sexual e geral e, embora seja a mais fraca de todas para o aumento peniano é também muito utilizada, tanto moída e tomada com leite, para cortar o seu sabor, como em suplementos sexuais.

Você pode utilizar estes extratos vegetais para aumentar o seu pénis, tanto individualmente como em combinação entre eles (mas não deve misturar o A com o C) em forma de chá, mas como as ervas são difíceis de dosear e, quando ingeridas em doses elevadas, podem causar efeitos secundários desagradáveis, aconselho uma vez mais a usar um produto já composto com as doses ideais de varios extratos. Embora de custo mais elevado é mais simples e seguro.

7) – Suplementos naturais.

É o método para aumentar o pénis mais simples e eficiente. Embora muitas pessoas digam o contrário a verdade é que os bons suplementos são a forma mais fácil de aumentar o pénis.

Não fazem milagres como muitas páginas de venda prometem, aumentos absurdos em poucas semanas, e que levam a que os clientes depois se sintam enganados (pois foi-lhe criada uma espectativa que não é real) e depois digam que todos eles não funcionam.

suplementos para aumentar o penisOs suplementos, como todos os outros métodos para aumentar o pénis, demoram alguns meses até proporcionarem um aumento efetivo e permanente, mas têm a vantagem de serem os mais rápidos a apresentarem os primeiros resultados, pelo que ajudam a aumentar a esperança e impedem muitos homens de desistir.

São também o método mais fácil – basta tomar dois comprimidos por dia, incentivar algumas ereções extras para aumentar o seu efeito, e os primeiros resultados começam a notar-se em pouco tempo.

Outras das suas vantagens é que eles para além de ajudarem a aumentar o pénis também ajudam a ter mais e melhores ereções e a durar mais tempo na cama – tudo aquilo que um homem deseja.

No entanto também têm os seus problemas. O primeiro é que a maioria dos comprimidos para aumentar o pénis que se encontram à venda na internet não oferecem grandes resultados, ou mesmo nenhuns. Mas o mais perigoso são os suplementos falsos vindos da Asia, e que são exatamente iguais na sua forma, cor e embalagem aos originais, mas podem ser muito perigosos pois não se sabe qual é a sua verdadeira composição.

No link ao fundo recomendo-lhe um que é seguro e pode tomar sem preocupações, mas se optar por encomendar uma das “maravilhas” que abundam por ai e que lhe prometem exatamente aquilo que quer ouvir tenha muita atenção com o que vai ingerir.

É o método mais simples e efetivo, mas ao mesmo tempo também pode ser o mais perigoso. Tudo depende da sua escolha.

Outras soluções que podem ajudar a aumentar o pénis.

Para além dos 7 métodos para aumentar o pénis que lhe apresentei acima existem mais algumas soluções naturais que o podem ajudar a melhorar a saúde do seu sistema reprodutor e dar uma ajudinha a aumentar o seu tamanho ou, pelo menos, não atrapalharem no tratamento que estiver a utilizar.

8) – Faça exercícios frequentemente.

Uma das maneiras de aumentar a circulação sanguínea, manter o seu coração a bombar corretamente e desobstruir os vasos sanguíneos é manter-se ativo.

Por fazer exercícios não quer dizer que tenha que ir para a academia ou praticar qualquer desporto específico.

como aumentar o penisBasta adaptar a sua vida diária para andar mais a pé – se não tem tempo para fazer caminhadas faça parte do percurso para o trabalho, ou quando vai ao café a pé em vez de levar o carro ou ir de transportes (neste caso saia uma paragem ou duas antes do destino e vá o resto a pé).

Esqueça o elevador e suba e desça as escadas. Brinque com seus filhos ou outras crianças. Enfim… aproveite tudo aquilo que faz no dia-a-dia de forma sedentária para o fazer de uma forma mais ativa.

9) – Pare de fumar.

Deixe de fumar, ou pelo menos reduza consideravelmente a quantidade de cigarros que consome diariamente. O tabaco causa o atrofiamento das artérias, o que reduz a quantidade de sangue que entra no pénis e com isso a sua capacidade para aumentar.

10) – Faça mais sexo.

Sabia que o sexo é viciante. Ele próprio é um afrodisíaco. Quantas mais vezes fizer mais vezes vai querer fazer. Para além das ereções serem essenciais para aumentar o tamanho do pénis, principalmente se andar a tomar um suplemento, a atividade sexual estimula o órgão em todos os sentidos, levando-o a ser mais saudável, robusto e maior.

Evidentemente que sozinho não vai fazer com que o seu pénis cresça significativamente, mas pode ser uma boa ajuda para qualquer tratamento que esteja a tomar. E como é grátis e gostoso, não há contra indicações a ter em conta.

Autor:
 
Artigos Relacionados